Diferença entre o enxoval do primeiro e do segundo bebê.

/ / Geral

É muito comum ouvir muitas mães falarem que cometeram excessos ou “erros” na hora de fazer seu enxoval.

Isso aconteceu comigo também, me precipitei comprando roupas e acessórios que sequer foram usados, além de ter ganhado muitos presentes já no final da gravidez e após minha filha ter nascido, que poderia ter riscado da  minha lista de compras. Portanto, na hora de montar um enxoval há  muitos fatores que  são determinantes para um maior e melhor aproveitamento das compras, e sem dúvida a EXPERIÊNCIA adquirida do primeiro enxoval ajuda muito para montarmos um segundo enxoval mais útil e com menos excessos! Afinal na segunda vez ja dá para  ter uma noção do que se deve ou  não priorizar na lista do enxoval, das coisas que você jurou que seriam utéis ou que teria grande proveito e hoje você já não incluiria no seu segundo enxoval.

A segunda gravidez nos deixa mais seguras em fazer  escolhas que se encaixam melhor como nosso estilo de vida, não somente baseado no que lemos,  pesquisamos ou no que vimos uma amiga ou alguém dizer que fez. Definitivamente é uma questão de escolha baseado em diversos fatores.

Segue abaixo alguns que são importantes na hora de montar o enxoval:

  • Economia-considerar custo/benefício e orçamento disponível para compras ( afinal você pode acabar estourando o limite por querer ser fiel a lista e não às suas prioridades)
  • Praticidadade- pensar em itens que facilitam na hora de serem usados ( exemplo de roupinhas, carrinhos de bebê, itens do quarto, entre outros)
  • Utilidade- pense em adquirir itens dos quais você terá um bom proveito , que sejam itens funcionais e peças indispensáveis no enxoval( exemplo : bodies, termômetros , cadeirinha de carro- até pelo preço se você está fazendo seu enxoval no exterior compensa levar daqui ao invés de comprar muito mais caro no Brasil). Vale lembrar que existem itens que para uns tem muita utilidade , enquanto para outros nem tanto ,por exemplo: esterilizador de mamadeiras tem gente que prefere esquentar e esterilizar , mas no meu caso foi muito útil e muito mais prático o de microondas, o video monitor é um outro exemplo, etc.
  • Racionalidade- esse fator aqui salva muito gente de enlouquecer na hora das compras! Afinal nós somos emoção antes de qualquer coisa e na hora das compras esse comportamento se transfere e quase sempre nos deixamos levar pelo coração, pelo apelo emocional e daí acabamos comprando com exageros e excessos.

Com base nesses fatores podemos então definir alguns passos para um enxoval mais útil e funcional:

  • Reutilizar o itens da primeira gestação – no caso das mamães que tenham guardado peças ou itens do primeiro enxoval ou tenha ganhando de uma amiga ou alguém que tenha tido bebê recente. Esses já são itens que você pode riscar da lista de compras ou mesmo diminuir na quantidade a ser comprada.
  • Fazer uma lista de enxoval e priorizar -vale lembrar que a lista nunca segue uma regra básica , afinal o que é prioridade e necessidade para uma mãe pode não ser para outra. Por isso que o primeiro passo no nosso serviço CONCIERGE DE ENXOVAL DE BEBÊ  é exatamente definir o estilo da mamãe, orçamento, sexo bebê, entre outras características que nos levam a montar um enxoval que atenda  às necessidades especificas de cada pessoa. Eu penso que este é o enxoval ideal! Veja o link no nosso site :http://guiademae.com/personal-shopper/
  • Estar atento às promoções e uso de cupons.- esta definivamente é uma prática comum entre os americanos e nós do Guia de Mãe incorporamos no nosso serviço concierge. Se você está planejando fazer seu enxoval no exterior por exemplo suas compras devem ser mais amplas, mas é claro visando levar os itens que aqui custam  mais barato, levar peças que estejam de acordo com a estação do ano que o bebê vai nascer e  tentar aproveitar ao máximo as ofertas (mas sem excessos devido ao fato de encontrar itens bem mais em conta do que se comprasse no Brasil).  É óbvio que se aproveita a viagem para comprar mais coisas, mas que sejam compradas de forma inteligente e organizada. Ter um planejamento de compras faz toda a diferença na hora de comprar. Essa dica serve para quem faz o enxoval no Brasil ou no exterior. No caso de estar comprando o enxoval no Brasil , uma dica é não comprar coisas que o bebê ainda não utiliza, como brinquedos ou outros itens de uma fase que vai demorar para chegar.

De modo geral temos que ter um bom planejamento, orçamento e bom senso para termos mais sucesso na hora das compras e fazer um enxoval que realmente agrada em todos os aspectos!

Ella Cardoso

(Especialista em serviço concierge para enxoval de bebês)

facebook.com/guiademaebyella